Categorias
Carnaval

Bailinho de Carnaval na Escola tem a presença de Passista da Portela.

Não pude deixar de demonstrar minha felicidade ao ver que alguns de meus amigos nunca tinham visto uma passista tão de perto.

Juntas sambamos e demonstramos a todos os presentes o quanto a magia do Carnaval contagiava a todos ao redor.

Agradeço a Deus e aos dirigente da Portela pela oportunidade  @oficialportela de permitir a linda  @alessandra.mendonca.9250 abrilhantar a nossa gincana…


Categorias
Editorial

Ensaio Street com OZ Photo Studio

Oi, galerinha do meu blog, tudo bem?  Hoje vou compartilhar com vocês um pouco do meu fim de semana, que aliás foi super movimentado!
No sábado participei de um ensaio street com o pessoal do OZ Studio sob a coordenação do Wellington Carvalho. As fotos foram feitas no ao lado do AquaRio e eu me diverti muito! Como vocês sabem, fotografar é uma das coisas que mais gosto de fazer e, além disso, a equipe do Wellington é fantástica!

O resultado das fotos você confere aqui embaixo.

Categorias
Datas Especiais

Por que a cor azul para o Autismo

O Dia Mundial da Conscientização do Autismo teve origem em dois de abril de 2008, data decretada pela ONU (Organização das Nações Unidas). Desde então, entidades e governos de diversos países em todo o mundo têm pedido mais atenção ao transtorno do espectro autista (atual nome do autismo).

Os estadunidenses iniciaram o movimento “Light It Up Blue” («Iluminar de Azul»), cujo objetivo é criar uma maior sensibilização e consciencialização para a inclusão de pessoas autistas na sociedade. O azul foi definido como a cor símbolo do autismo, porque a síndrome é mais comum nos meninos — na proporção de quatro meninos para cada menina (autismo clássico) e de dez meninos para cada menina (autismo de alta funcionalidade).

A ideia por trás do movimento é iluminar pontos importantes e turísticos do planeta na cor azul para chamar a atenção da sociedade, poder falar sobre autismo e levantar a discussão a respeito dessa síndrome.

 

Fonte: http://autismoediversidade.blogspot.com.br/2014/10/porque-o-azul-e-o-cor-do-autismo.html

Categorias
Reportagens

Duda Oliveira participa de um encontro em prol ao dia do autismo

No último sábado, Duda Oliveira, participou juntamente com um grupo de Mini blogueirinhas e algumas crianças autistas, de uma manhã muito agradável com um piquenique, no parque municipal Quinta da Boa Vista localizado no Bairro Imperial de São Cristóvão. O encontro foi em prol ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, foi encantadora a interação e participação com diversas brincadeiras.

O registro fotográfico foi feito pelos lindos clicks de Shirley Ortz, as blusas foram personalizadas na cor azul e os laços confeccionados pela Poá, “foi muito divertido” disse a modelo e Digital Influencer.

 

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo é celebrado desde 2008 no dia 2 de abril. Criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), a data tem como objetivo conscientizar sobre a doença.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é uma condição geral para um grupo de desordens complexas do desenvolvimento do cérebro, antes, durante ou logo após o nascimento. Esses distúrbios se caracterizam pela dificuldade na interação social, além disso essas pessoas costumam apresentar comportamentos repetitivos, e em muitos casos são inflexíveis a mudança de rotina. 

Embora todas as pessoas com TEA partilhem essas dificuldades, o seu estado irá afetá-las com intensidades diferentes. O diagnóstico precoce pode melhorar muito a qualidade de vida e a evolução do paciente. Por isso a importância de procurar profissionais especializados.

Fonte: Portal Nacional de Seguros

Categorias
Vida de Artista

Carreira de Modelo – Dos Livros para a Passarela

CARREIRA DE MODELO

Como é, e o que penso!

Decidi escrever este texto em resposta a vários INBOX que venho recebendo.

Primeiramente, não, nunca sonhei em ser modelo. Mas sim, sempre admirei e sempre achei maravilhoso como a mídia transmite o glamour da profissão. A área da moda nunca esteve nos meus planos de vida. Quem me conhece sabe o quanto era complexo o fato de cursar faculdade de Engenharia e trabalhar no ramo e cogitar a possibilidade de estar inserido no meio artístico.

A carreira da moda é simplesmente fantástica, os lugares que você passa a conhecer, os diversos tipos de pessoas, diversas tribos, as festas que você frequenta, os eventos e etc. Certamente algo glamouroso, entretanto algo também muitas vezes superficial. É exigido uma entrega, uma responsabilidade para que se alcance seu espaço e reconhecimento. Assim como qualquer outra profissão, você precisa estudar, se aprofundar nos conteúdos, estar a par de tudo o que está acontecendo no “Mundo da Moda”, conhecer seus idealizadores, estilistas, a história de como tudo isto começou.

Não é nada fácil estar em um ambiente onde a beleza é o que define seu status, a roupa que você veste, a pessoa com quem você anda, a forma como você se expressa. Poucas pessoas conseguem lidar com este ato descontrolado de egocentrismo em conjunto com narcisismo. O ramo lhe exige muito mais que apenas um observatório de estudo, lhe exige paciência e muito controle emocional.

Hoje em dia, a carreira de modelo e manequim, vem sendo tratada como ponto de fuga para as mazelas das demais profissões, como válvula de escape para dinheiro “fácil”. Tudo isso é um mero engano, é necessário potencial, talento, conhecimento, percepção e algo ainda mais difícil o QI, o famoso “Quem indica”, sim, nenhum profissional irá se queimar indicando alguém que não saiba representá-lo da melhor forma possível.

Sim, sou bastante vaidoso, sou perfeccionista, tenho ascendente em Leão, e amo tirar fotos, sou alto, sou magro… E apesar de ter todos estes estereótipos não digo que são suficientes para me definir “modelo”. Precisa muito mais que isso…

Eu me apaixonei pela carreira, e depois de passar por uma temporada em São Paulo, pude conhecer mais sobre a área, acompanhar a semana da moda de SPFW, Rio Moda Rio, Fashion Day, Vogue Fashion Night Out entre outros eventos de moda, tive o privilégio de poder compartilhar todo o aprendizado adquirido neste processo com pessoas que sonham em investir nesta linda profissão.

Erica MunZion MarcohTânia Tourinho Barros, Agradeço a estes grandes profissionais por me mostrarem que moda está além de passarela, e câmera fotográfica, está no seu desejo de mudar, de ocasionar impacto por seu estilo, personalidade, auto confiança e o mais lindo e maravilhoso de todos amor-próprio ????

Agradeço a você que leu este texto até o fim, pois soube identificar que a essência não está apenas em uma imagem, produzida, photoshopada, e com filtros… Sim, não tenho vergonha de assumir. A perfeição é feita a partir dos olhos de quem vê.

Beijos no coração ????

  Bruno Piazzi

Categorias
Datas Especiais

Seja Bem-vinda Primavera!

“A primavera chegou e que ela nos traga muitas felicidades, alegria, paz e muito amor, chega de tantas guerras!”

Categorias
Editorial

Casting Model Rio – Composite

Agência Casting Model Rio – Composite Duda Oliveira

http://agenciacastingmodelrio.com.br/modelos/duda-oliveira

Categorias
Eventos Reportagens

DESFILE – Mini Bloggers Rio

No dia 12 de agosto em Barra Mansa, no Espaço Catavento Festas e Eventos ocorreu o desfile das Mini Bloggers Rio. Ao chegarem foram levadas ao espaço @divazbm onde receberam  a linda e tão sonhada Make Unicórnio feita pela You Tuber e maquiadora @karolynevr18, após o desfile, as mais de 20 minifashionistas presentes, foram presenteadas com uma linda festa Neon na Pista de Led Dinho Iluminação onde dançaram e se divertiram com a presença da atriz Duda Wendling a Dóris de Cúmplices de um Resgates e atualmente a Lila de Os Valentins.

 

Produção:  Mariana Salvaya.

Fotografia: JP Photograph

 

Duda Oliveira participa de primeiro encontro Fashionista no Sul do Rio de Janeiro

 

http://egobrazil.com/mini-blogueiras-e-artistas-mirins-realizam-primeiro-encontro-fashionista-no-sul-do-rio-de-janeiro/

 

Categorias
Editorial

EDITORIAL – Mermaid Revista Styllus

Na Mitologia Grega, são seres metade mulher e metade peixe (ou pássaro, segundo alguns escritores antigos) capazes de atrair e encantar qualquer um que ouvisse o seu canto.

[ x ]

Sereia. Ilustração: katalinks / Shutterstock.com

Sereia. Ilustração: katalinks / Shutterstock.com

Seu número variava. Viviam em uma ilha do Mediterrâneo, em algum lugar do Mar Tirreno, cercada de rochas e recifes ou nos rochedos entre a ilha de Capri e a costa da Itália.

A sedução provocada pelas sereias era através do canto. Os marinheiros que eram atraídos pelo seu canto e se aproximavam o bastante para ouvir seu belíssimo som, descuidavam-se e naufragavam.

Em geral são consideradas filhas do deus rio Aqueloo e da musa Melpômene ou de Terpsícore. Homero afirmou que elas podiam prever o futuro, o que condiz com divindades nascidas de Gaia.

Elas participam da lenda de Odisseu e dos Argonautas, em ambos os casos eles resistiram ao seu canto. Os argonautas, por causa da música de Orfeu, e Odisseu por causa do conselho recebido de ser amarrado ao mastro e ordenar à tripulação tapar os ouvidos com cera para não escutarem o canto das sereias.

As mais extensas referências a elas são as da Odisséia, as da Argonáutica, de Apolônio de Rodes. A mais antiga é a da Odisséia.

Há muitos mitos na Grécia Antiga sobre sereias, alguns dizem que elas seriam mulheres que ofenderam a Deusa Afrodite (deusa da beleza e do amor) e como castigo foram viver em um ilha isolada. Em outros conta-se que elas eram ex-companheiras de Perséfone, filha de Zeus e Deméter, que foi raptada por Hades, Deus dos Infernos. Segundo a lenda, as sereias devem sua aparência a Deméter, que as castigou por terem sido negligentes ao cuidarem de sua filha

As sereias eram representadas como grandes pássaros com cabeça e busto de mulher. Podemos encontrar sua figura presente em frisos, monumentos fúnebres, vasos da arte grega, estatuetas, jóias e outras obras.

As sereias representam na cultura contemporânea o sexo e a sensualidade.

Em nossos dias, utiliza-se ainda a expressão “canto da sereia” que designa algo que tem grande poder de atração em que as pessoas caem sem resistência.

Na literatura moderna, as sereias inspiraram muito poemas e numerosas obras, como O Silêncio das Sereias, de Kafka (1917), A história da sereia, de E.M. Forster (1947), As sereias de Titã, de Kurt Vonnegut (1959), entre muitas outras.

Fonte:
RIBEIRO JR., W.A. As sereias. Portal Graecia Antiqua, São Carlos.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Sereia

Arquivado em: Mitologia Grega

 

Em setembro nas bancas

Editorial Mirror Models Revista Styllus

Tema: Mermaids

 

Realização e Produção: Sabrinna Zanini

Produção Executiva: Caleb Cohen

Fotografia: Andréa Silvestre

Local: Sheraton Barra

 

Categorias
Editorial trabalhos

EDITORIAL – Mirror Models Revista Styllus

 

Editorial Mirror Models Revista Styllus

Produção: Sabrinna Zanini

Fotografia: Jane

Local: Sheraton Barra Hotel